Google+ Followers

quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

Branding Emocional de Gobé.

Uma boa leitura é o livro A Emoção das Marcas. Nele o autor, Marc Gobé, criou um Decálogo do Branding Emocional que identifica as grandes mudanças que afetam as relações entre pessoas e marcas. É altamente recomendável refletir sobre cada ponto e discutí-los na sua empresa ou agência.


1. De consumidores a pessoas: os consumidores consomem, as pessoas vivem.

2. Do produto para a experiência: os produtos satisfazem necessidades, as experiências satisfazem desejos.

3. Da honestidade para a confiança: a honestidade é esperada. A confiança é encantadora e íntima.

4. Da qualidade para a preferência: qualidade e preço correto é o que se vê. A preferência cria a venda.

5. Da notoriedade para a aspiração: ser conhecido não significa que você também é amado.

6. Da identidade para a personalidade: identidade é reconhecimento. A personalidade alude ao caráter e ao carisma.

7. Da função ao sentimento: a funcionalidade de um produto trata somente de qualidades superficiais ou práticas. O design sensorial implica em experiências.

8. Da ubiqüidade para a presença: ubiqüidade implica ser visto. A presença emocional se sente.

9. Da comunicação ao diálogo: comunicar é dizer. Dialogar é compartilhar.

10. Do serviço ao relacionamento: serviço é vender. As relações implicam em reconhecimento.

Agora, sempre que alguém quiser lhe impressionar falando de branding, pergunte se ele conhece e cumpre religiosamente os Dez Mandamentos de Gobé. Se não cumprir, tome cuidado. Provavelmente é um farsante pecador.

Paulo Rubini, Consultor de marketing.

Nenhum comentário: