Google+ Followers

sábado, 17 de maio de 2008

O que é sucesso, segundo Ricardo e Emanuel.

Entrevista dos campeões do vôlei de areia, Ricardo e Emanuel, à revista PEGN de março de 2008.

Pincei algumas coisas para demonstrar a similaridade entre planejamento esportivo e empresarial. E nada melhor do que o exemplo vitorioso para inspiração.

Intencionalmente não citei os donos das respostas porque identifiquei características diferentes nas personalidades dos atletas. 80% das citações foram feitas por Emanuel, que demonstra ser o líder estrategista da equipe; e Ricardo, o executor eficiente. Ou seja, uma equipe 100 % focada nos objetivos.

Paulo Rubini, Consultor de Empresas

Sobre trabalho em equipe.

“A união e a motivação de um grupo na busca da qualidade máxima e do acerto é que faz o sucesso de um time. No momento em que todos confiam na equipe, cada um consegue desempenhar o seu papel muito bem e a vitória passa a ser uma conseqüência desse trabalho coletivo”

Sobre a concorrência.

“Eu vejo a concorrência como um elemento de motivação, que leva você a trabalhar sempre, a se reciclar, a tentar fazer cada dia melhor. Ela serve como parâmetro e ajuda a criar novas estratégias e diferenciais, conduzindo ao crescimento da equipe e à melhoria dos resultados.”

Driblando obstáculos.

“Em primeiro lugar mantendo a confiança em si e na equipe e, depois, procurando atingir novas metas. As derrotas doem, mas também ensinam. Quando você encara um tropeço como um aprendizado, você supera qualquer desafio sem abaixar a cabeça.”

Risco da liderança.

“Perder o foco. No caso do esportista, é querer continuar vencendo, mas deixar para trás o trabalho, os árduos treinos que o levaram àquele momento de glória. Ninguém pode se deixar seduzir pela fama, porque ele é passageira.”

Persistência.

“Ela só é importante quando está atrelada a uma análise de resultados. Não adianta ser persistente e insistir no erro. É preciso ter sabedoria para mudar quando necessário.”

Motivação.

“Eu uso a lógica do quebra-cabeça: um objeto grande dividido em várias pequenas partes. A olimpíada é o objetivo maior. Mas para chegar lá é preciso jogar bem o circuito mundial, o que significa alcançar bons resultados em 12 etapas. Mais uma vez para chegar ao mundial, é essencial passar pelas seis fases do campeonato brasileiro. Isso exige muito treino e determinação. Quando eu aprendi a colocar cada peça em seu lugar, descobri um caminho para me manter sempre motivado.”

Perfeição.

“Eu acredito que a perfeição é muito difícil de ser atingida. Existe quem é melhor em um determinado momento, aquele que atinge um lugar que os outros demorarão mais um pouco para chegar. No esporte, assim como na vida, tudo é transitório. Quem apresenta um diferencial permanece na liderança por um certo tempo. Mas logo vem um concorrente que encurtou o caminho que você percorreu e passa a ocupar o seu lugar.”

Desafio para atletas e empreendedores.

“Acredito que o ponto comum é a busca constante do que se tem de melhor a oferecer. quanto o atleta como o empreendedor sofrem pressões do tempo e da concorrência. É preciso adotar uma administração muito afinada para melhorar aquilo que já é bom e permanecer sempre motivado.”

Sucesso e superação.

“Sucesso é resultado do planejamento bem executado nos seus mínimos detalhes. É a soma de vários desafios, de metas atingidas, de superações.”

>>>>>>>>>>>>>>>

Observação deste modesto WebWriter: Das citações vitoriosas da dupla eu destacaria a que fala sobre a persistência porque muitas vezes o ego cega ao mal caminho.

Ela só é importante quando está atrelada a uma análise de resultados. Não adianta ser persistente e insistir no erro. É preciso ter sabedoria para mudar quando necessário.”

2 comentários:

Josemar disse...

com certeza muito interessante. Hoje temos muitas pessoas com grandes sonhos, porém muito pouco focadas nos meios de chegar a tornar esses sonhos em realidade. "sonho sem atitude é apenas um sonho. sonho com ação poderá sim, se tornar realidade".
O ideal seria não ter sonhos, e sim metas, objetivos pré-definidos e muito bem planejados.
O exemplo do quebra-cabeça por ser muito vãlido, pode servir de referência de maneira como deve ser encarada a vida.

Paulo disse...

Vi alguns momentos de treino de Ricardo e Emanuel, em Espinho, na preparação para Atenas 2004, e deu para perceber a forma árdua como trabalham. No entanto, Ricardo e Emanuel também têm muito talento e características físicas adequadas.