Google+ Followers

terça-feira, 14 de junho de 2011

Raciocínio Estratégico como processo contínuo dentro e fora da internet

Um pensador estratégico melhora continuamente sua percepção do grande ecossistema no qual ele atua. Ele compreende as estratégias de sua empresa e de sua concorrência.

“Pense em seus clientes, concorrentes e em sua empresa.
O futuro influencia o presente tanto quanto o passado.” – Friedrich Nietzsche

Ao raciocinar estrategicamente, você precisa levar em conta não só o que está acontecendo externamente à sua empresa, mas, também, o que está acontecendo com ela própria. Isso significa manter-se a par das necessidades dos clientes, das ações da concorrência e das tendências do mercado no qual você atua. Sua função determina o quanto você deve tornar esse fator uma prioridade

Para avaliar a movimentação externa, em relação à sua empresa, faça as seguintes perguntas:

Clientes. Quem são seus clientes e o que eles valorizam? Como suas necessidades podem evoluir?

Concorrência. Quem são os nossos atuais concorrentes e quais táticas eles estão utilizando? Em que somos diferentes deles? Quais forças eles têm que podem nos ameaçar? Quais fraquezas eles demonstram ter, que podemos explorar?

Empresa. Quais tendências – em termos de tecnologia, política do governo, recursos naturais e outras forças-chave que moldam nosso setor – poderiam ter implicações importantes em nosso negócio?

Pesquisas de mercado, grupos de foco e outros métodos podem ajudá-lo a conseguir as respostas a essas perguntas. Muitos insights são fornecidos gratuitamente pelo Google. O Google alerts, por exemplo, é uma ótima ferramenta de monitoramento.
Você pode obter informações sobre empresas concorrentes tornando-se cliente deles, lendo relatórios analíticos (de empresas de capital aberto), e mantendo uma rede de relacionamentos com outros profissionais que estão familiarizados com a concorrência.

Você pode ficar a par dessas informações lendo uma série de publicações empresariais, conversando com outros profissionais bem informados, e participando de associações comerciais e profissionais.

Processo contínuo

Fase 1: Preparando o terreno
Nessa fase, você observa as implicações mais abrangentes das propostas e define seus objetivos para raciocinar estrategicamente. Essa fase inclui:

Ter visão panorâmica – compreender o amplo ambiente em que está atuando – On/Off line.

Definir objetivos estratégicos – determinar o que você espera alcançar pensando estrategicamente – Posicionamento, definição de metas, métricas e ROI.

Fase 2: Aplicando suas habilidades
Uma vez preparado o terreno, você coloca os princípios do raciocínio estratégico em prática para gerar resultados. Esta fase inclui:

Identificar relações, padrões e tendências – encontrar padrões em eventos visivelmente desconexos e classificar a informação relativa a eles para reduzir a quantidade de assuntos com os quais você vai ter de lidar ao mesmo tempo. Lembre-se de que sua empresa não precisa participar de todas as centenas de redes sociais, mas apenas daquelas onde poderá interagir com seu público.
 
Raciocinar de forma criativa – criar alternativas, visualizar novas possibilidades, questionar seus conceitos e manter-se aberto a novas informações.

Analisar informações – classificar e priorizar as informações mais importantes ao tomar uma decisão, gerenciar um projeto, lidar com conflitos e assim por diante.

Priorizar suas ações – manter o foco em seus objetivos ao lidar com múltiplas exigências e prioridades.

Fazer trade-offs – reconhecer as possíveis vantagens e desvantagens de uma idéia ou de um plano de ação, fazer escolhas quanto ao que deve ou não fazer, e manter o equilíbrio entre exigências de curto e longo prazo.

Targeted Marketing - Banners ou promoções focadas em função da análise do público, procurando uma faixa específica do mercado. Ações buscando públicos segmentados.

Para finalizar, fique com as dicas valiosas de Guy Kavasaki, o cara do Marketing de Guerrilha, que cabem na sua visão estratégica:

MEXA-SE – Não se preserva a liderança pelo que o produto é hoje, e sim, pela capacidade de mantê-lo permanentemente atualizado.”

MUDE AS REGRAS DO JOGO – Se com as atuais regras você só vai perder, sem nenhum constrangimento ou vergonha, mude as regras do jogo. Mude a distribuição, troque a embalagem, mexa no preço, repense a comunicação, vá atrás de novas vantagens e diferenciais…”

BUSQUE NICHOS AO INVÉS DE PEDAÇOS – O market share sempre é decorrência de um nicho corretamente identificado e primorosamente aproveitado. Na maioria das vezes, e por mais incrível que possa parecer, QUANTO MENOR, MAIOR.”

SEJA FLEXÍVEL – A cada momento uma nova atitude. Procure acompanhar o ciclo de vida e velocidade da sua empresa e de seus produtos.”

Ao longo de muitos anos atuando como consultor de marketing, percebi que a internet não é apenas um meio, mas um mundo próprio e interligado com o mundo de tijolos. Essa é a visão 360º que passamos para nossos clientes quando o assunto é visão estratégica.

Paulo Rubini
Digital Marketing Consulting  

Nenhum comentário: