Google+ Followers

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Não perca tempo com modinhas passageiras

Ótimo artigo do site "Saia do Lugar" falando sobre o processo de difusão de conhecimento como uma permanente fonte de  stress pela quantidade e não obrigatoriamente qualidade das informações recebidas e como contornar os modismos.


Vamos a ele!



O universo empresarial vive em permanente mutação. O processo de difusão de conhecimento, evolução tecnológica e de práticas de gestão simplesmente desconhecem a expressão “pausa” ou “estabilidade”. O resultado é um bombardeio semanal de novidades e mudanças, que se tornam obsoletas antes mesmo de serem totalmente absorvidas. Isso é um fato, e com ele temos que conviver. Até aí tudo bem.

O pior é a sensação de permanente defasagem, que muitas pessoas experimentam ao ler sobre a mais recente novidade, na mais recente edição de uma revista de negócios qualquer, onde esses assuntos são sempre apresentados como sendo a última onda, a última solução, a cartada final. Sim, até a próxima semana, quando outra novidade imperdível ocupará o lugar da anterior. Simples assim. Descartável, volúvel.

O resultado é uma ansiedade permanente, que tenta a todo momento nos tirar o foco daquilo que buscamos ou acreditamos.

Então, se você é um empreendedor, ou executivo empreendedor na sua empresa, e precisa a todo custo manter a sua produtividade e a cabeça no lugar, selecionamos aqui algumas dicas pra você não perder o foco com modas passageiras:

1 – Evite aprofundar a conversa com pessoas permanentemente ávidas pelos últimas modinhas de gestão. Eles estão sempre fora do eixo e não admitem que alguém possa atuar de forma concentrada e focada.

2 – Entenda que nem sempre toda evolução vem para ajudar. O Nazismo, um dia, também foi considerado uma evolução no pensamento político. Portanto, tenha cuidado.

3 – Nunca, jamais, de forma alguma ou por nenhum dinheiro abandone o seu senso crítico. A cultura de massa faz de tudo para eliminá-lo, mas para permanecer saudável, não basta mantê-lo, é preciso desenvolvê-lo. Ele é a sua maior proteção, contra modinhas, bobagens corporativas sem utilidade, e as últimas ondas que nunca se concretizam na realidade.

4 – Aprenda a selecionar as informações que você consome diariamente. E uma vez diante delas, separe o importante do descartável.

5 – Escreva. O máximo que puder. Isso ajuda a organizar as ideias e destacar informações importantes.
Por fim, não abandone a sua curiosidade, sendo sempre crítico, com uma desconfiança saudável, questionando tudo aquilo que estiver muito distante da compreensão comum.

Nenhum comentário: